terça-feira, 30 de junho de 2009

domingo, 28 de junho de 2009

Mineirinho - um dos meus projetos ...










Arquiteto: Francisco Abel Magalhães e Richard Lima
Uso: Institucional, Esportes
Cliente: Governo do Estado de Minas Gerais
Ano: 1973/1980
Endereço: Av. Antônio Abrahão Caram 1001, Pampulha
Acesso: livre
Tombamento: municipal

(Conjunto Urbano Lagoa da Pampulha e Adjacências)

Histórias de um andarilho - Richard Lima

Nascido no dia 05 de outubro de 1939, em Lavras, Minas Gerais, numa família de quatro filhos, Richard Lima, o filho caçula de Rafael da costa e Conceição Reis, quase um “Andarilho”, percorreu vários caminhos até chegar aos dias de hoje.
Do Pai Rafael, “um verdadeiro Bombril” com 1001 utilidades, pintor, escultor, carapina (marcineiro), dentre outras coisas, herdou a capacidade de desenvolver múltiplos talentos.
Apaixonado por mágica (Ilusionismo), Rafael deu o nome de um famoso mágico americano da época ao seu filho mais novo.
Da mãe Conceição, herdou a capacidade de se reinventar e manter-se sempre jovem, atualizado e sempre em busca de novos aprendizados.
Conceição aos 91 anos dança e desfila para uma marca de roupas íntimas de sua cidade.
Aos sete anos, se muda com a família para São Paulo, mais precisamente para a rua João Ramalho 1503, no bairro perdizes.
Seu primeiro trabalho remunerado foi ser boleiro de tênis nas quadras do Palmeiras Futebol Clube, por isso o seu amor pelo Clube Paulista.
Fez o primário no Grupo Escolar Miss Brow e logo depois fez exames de admissão para o Colégio Batista Brasileiro na Vila Pompéia, onde teve os seus primeiros contatos com a espiritualidade.
Trabalhava no colégio para garantir as refeições diárias, tendo o direito de entrar no dormitório das meninas, o que fez com que ele despertasse logo cedo para a beleza feminina.
Aos quinze anos, volta com sua família para Lavras e vai estudar no Instituto Gammom, um Colégio Presbiteriano no qual permaneceu até completar o científico.
Durante o ginásio e o científico foi atleta de atletismo e para pagar as mensalidades da escola foi professor auxiliar de Educação Física se destacando na modalidade de salto em altura.
Em janeiro de 1960, vai para Belo Horizonte fazer o curso superior de Arquitetura na UFMG.
Como seus pais, apesar de religiosos, não tinham uma religião específica e acreditavam que religião não se herda e sim se escolhe foi batizado somente aos 21 anos na Igreja Presbiteriana, pelo então reverendo Rubens Alves, hoje um grande e renomado escritor.
Quando chegou a Belo Horizonte foi morar com mais onze colegas numa república na Av. Getúlio Vargas localizada bem em frente à casa da mãe de Juscelino Kubitschek.
Sempre focado na busca de crescimento e evolução em tudo o que fazia e sabendo da importância de se tornar um profissional especialmente qualificado para se tornar um homem independente e assim poder realizar todos os seus sonhos, conviveu sempre com pessoas que foram além de amigos e parceiros, mestres em seu caminhar que muito contribuíram para a sua formação.

Dentre eles o professor Jeferson Lodi, também aquarelista de primeira linha e os irmãos Cláudio e Betinho Naves, que ajudaram a moldar o grande profissional que ele se tornou.

Algumas fotos do meu projeto para a casa de Hilton Peixoto...


Algumas fotos do meu projeto para a casa de Alexandre Passos ...



Os Segredos dos Códigos de Leonardo da Vinci - Arquiteto e Designer

Leonardo, durante seus 67 anos de vida, cultivou o hábito de levar sempre consigo, papéis e cadernos de anotações para registrar seus pensamentos, teorias, experimentos, idéias, desenhos e diversos materiais dos estudos que estava permanentemente realizando, seja na área das artes ou da ciência. Depois de sua morte, todos esses manuscritos foram preservados, sendo divididos em 24 livros conhecidos como os "Códigos Da Vinci". No decorrer dos séculos, porém, esses códigos foram se dispersando por diversas partes do mundo, e atualmente, apenas três estão preservados em museus italianos, entre eles o Código Atlântico e o Código do Vôo.

O Código Atlântico engloba a mais ampla e prolífica coleção de desenhos e anotações do artista. Referente à época mais fértil da carreira de Leonardo, cobre um período de cerca de 40 anos, entre 1478 a 1518. Este caderno é um testemunho da riqueza e diversidade de conhecimentos do gênio florentino, atacando assuntos de áreas tão diversas do conhecimento humano quanto a matemática, a geometria, a astronomia, a botânica, a zoologia, a arte militar, a arquitetura, a mecânica, a hidráulica, a engenharia, a anatomia e a física.

O Código do Vôo, já mais específico, engloba principalmente os escritos, desenhos e estudos do artista a respeito do vôo dos pássaros, assunto que obcecava Da Vinci a tal ponto que chegou a desenvolver diversos protótipos de máquinas voadoras em pleno século XVI, quando a idéia do homem sair do chão não passava de um sonho até então só levado a sério em mitologias e lendas fantásticas.

Imagens digitalizadas dos famosos "Códigos" do artista:

desenhos e estudos do artista a respeito do vôo dos pássaros



















esboço de um projeto urbanístico intitulado "Cidade Ideal", voltado para a cidade de Milão.













fonte: web.