terça-feira, 22 de setembro de 2009

Construtor volta à obra que marcou sua carreira...



















- O ENGENHEIRO Gil César Moreira de Abreu, com a mulher, Tatiana, e os filhos gêmeos Cristal e Gil César, no Mineirão.
- VISTA AÉREA do Estádio Magalhães Pinto, no dia 5 de setembro de 1965, o segundo maior do mundo na época.

DESAFIO Gil César sobe novamente na marquise do estádio após 35 anos
Na véspera do aniversário de 40 anos de inauguração da obra que marcou a sua vida, o engenheiro Gil César Moreira de Abreu percorreu, emocionado, os caminhos do Mineirão. Acompanhado pela mulher, Tatiana, e pelos dois filhos do casal, Cristal e Gil César, ambos de 2 anos e 8 meses, ele se recordou dos momentos inesquecíveis que passou na Pampulha.
Na chegada ao estádio, um grupo de garotos da cidade de São João del-Rei, que realizava numa excursão escolar o sonho de conhecer o Mineirão, teve a visita enriquecida pelo encontro com o engenheiro da obra. Com paciência de mestre, Gil César matou curiosidades, mostrou fotos e deixou impressionado quem tinha pela frente algo bem maior do que a imaginação.
A paixão de Gil César pela engenharia se confunde ao carinho que ele carrega pelo estádio. Nas explicações sobre a obra, principalmente quando o assunto é a estrutura, ele consegue prender a atenção de quem está envolta.
E revela uma curiosidade em relação à estrutura: 'A forma do público torcer mudou. Antes, era muito mais aplausos e gritos. Hoje, se pula muito em estádio. Isso não oferece risco ao Mineirão, mas para dar um conforto maior, foram instalados amortecedores em todo o estádio, sob o anel superior'.
Gil César conta ainda que o Mineirão tem 28 módulos que formam o estádio e se recorda das experiências em que contava com a ajuda dos seus operários: 'Eles enchiam um setor e eu ficava na pista, pedindo a eles para fazerem os mais diversos movimentos, nos primeiros testes da estrutura'.
No gramado, as atenções de Gil César tiveram de ser divididas. Os dois filhos, com uma bola que levaram com eles para a visita ao estádio que o pai construiu, percorriam o campo em busca de um gol que parecia cada vez mais longe e nunca chegava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário