domingo, 30 de maio de 2010

LINGUAGENS DA AQUARELA - Galeria de Arte do Pic - 01/06/2010...

Minha querida amiga Martha Marquez, amiga há mais de 30 anos, participa da exposição.
Eu vou e recomendo!























A arte da aquarela ganhou mais interesse por parte dos artistas contemporâneos no Brasil nos últimos tempos.
A técnica AQUARELA – água e cor, usada como registro fotográfico no princípio do século, tornou-se versátil para expressar um novo olhar acompanhando a evolução da Arte Contemporânea.
O intenso uso do branco, do vazio e a luminosidade decorrente foram aliados ao uso de novos materiais, consequência das pesquisas, trazendo resultados interessantes e instigativos.
Nessa exposição reúnem-se diversas manifestações de cunho pessoal sem se perder a delicadeza das tonalidades colorísticas inerentes à prática da Aquarela.
Incorporando-se colagens, desenhos a lápis, fotografias e materiais não convencionais, como café, sal, cera etc, buscou-se uma cumplicidade enriquecedora.
Os “borrões” que se transmutam em massas, absorvidos pelo papel que os recebe, estas linhas que criam limites, a trama dos papéis com mais ou menos gramatura são produzidos deliberadamente para criar algo real e pleno de significados.
Ora parecem paisagens, ora são abstratos, ora são mensagens do subjetivo e carregam sempre um olhar particular do artista.
Esta reunião de artistas feita aleatoriamente tem como único liame a sedutora fascinação por esta pintura aguada, escorrida, colorida, rápida, luminosa.
Mostra-se aqui o que se pode fazer, o que se deve fazer; e os resultados são alguns chocantes, outros questionáveis, uns admirados, outros execrados, mas não deixam aflorar a indiferença.
Entretanto permitiram aos autores encontrar seu próprio estilo e expressar seus sentimentos através desta ferramenta tão antiga como o é a PINTURA EM AQUARELA.

CURADORIA MARIA JOSÉ FONSECA
(Professora e Artista Plástica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário