sábado, 24 de julho de 2010

Estado mental - Francisco C. Xavier (Espírito Emmanuel)























“... E vos renova no espírito do vosso sentido..." - PAULO (Efésios, 4:23)

A carga de condições menos felizes que trazemos de vidas passadas pode,
comumente, acarretar-nos difíceis provações e privações, de caráter negativo, quando de nossa permanência na terra.
Provavelmente, não teremos a equipe familiar tão unida como desejaríamos e nem
contamos ainda com ideais de elevação, em todos os seres queridos, segundo as nossas
aspirações.
A atividade profissional, com muita freqüência, não é aquela que mais se nos
harmoniza com o modo de ser, porquanto, em muitos lances da experiência, somos forçados à execução de tarefas menos agradáveis, para a regeneração de nossos impulsos inferiores.
A situação social, bastas vezes, não é a que sonhamos, de vez que múltiplas
circunstâncias nos impelem a realizar cursos de paciência e de humildade no anonimato
educativo.
Obstáculos de ordem econômica, em muitos casos, se erigem como sendo cárceres
de contratempos incessantes, nos quais devemos praticar o respeito aos bens da vida,
aprendendo a usá-los sem abuso e sem desperdício.
Às vezes, não possuímos, no mundo, nem mesmo o corpo físico que nos corresponda à estrutura psicológica, a fim de que saibamos trabalhar, com vistas aos nossos
próprios interesses para a Vida Superior.
Indiscutivelmente, nem sempre conseguimos eleger as ocorrências que nos
favoreçam os melhores desejos, mas podemos, em qualquer posição, escolher o estado mental justo para aceitá-las com a possibilidade de convertê-las, em trilhas de acesso ao infinito Bem; e, depois de aceitá-las, construtivamente, verificamos que a Bondade de Deus nos concede a bênção do trabalho, na qual ser-nos-á possível ajudar-nos para que o Céu nos ajude, abreviando qualquer período de prova, renovando o campo íntimo, sublimando a existência e acendendo a luz inapagável do espírito, em nosso próprio destino, para a edificação do futuro melhor.

Da obra: Ceifa de luz.
Ditado pelo Espírito Emmanuel, através da mediunidade de Francisco Cândido Xavier.

Fonte: Internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário