terça-feira, 14 de dezembro de 2010

"Código" revelaria identidade da "Mona Lisa", diz pesquisador...


Um pesquisador italiano diz ter encontrado um código secreto incluído na pintura "Mona Lisa", de Leonardo da Vinci, que poderia ajudar a revelar a identidade da modelo retratada no quadro.
Segundo Silvano Vinceti, presidente do Comitê Nacional para a Valorização de Bens Históricos, Culturais e Ambientas, o código estaria inscrito nos olhos da "Mona Lisa", na forma de letras microscópicas, não visíveis a olho nu.
Ele diz ter identificado as iniciais LV, de Leonardo da Vinci, pintadas em preto sobre o marrom-esverdeado da pupila direita da Mona Lisa ou La Gioconda, como o quadro também é conhecido.
No olho direito, ele diz ter identificado as iniciais CE ou possivelmente a letra B. No fundo da pintura, estariam os números 72, ou L2 se invertidos.
Para Vinceti, essas inscrições seriam a chave para revelar a identidade da modelo da pintura.
“Examinamos a pintura em detalhe e pedimos a análise de pintores experientes, que confirmaram que é pouco provável que esses sinais tenham sido colocados lá por acaso”, diz ele.

Teorias

Várias teorias já foram aventadas sobre a identidade da "Mona Lisa", incluindo a de que ela seria um autorretrato do pintor.
Um estudo da Universidade de Hidelberg, em 2005, identificou-a como Lisa Gherardini, mulher do rico mercador florentino Francesco del Giocondo.
Em janeiro, o próprio Silvano Vinceti havia pedido a exumação dos supostos restos de Da Vinci, enterrados no Castelo de Amboise, no Vale do Loire, na França, para tentar comprovar a tese de que a pintura era um autorretrato.
O pesquisador italiano pretende revelar a identidade da "Mona Lisa" em um livro, "Il Segreto Degli Occhi Della Gioconda" ('O Segredo dos Olhos de La Gioconda'), cujo lançamento deve ocorrer no mês que vem.
Vinceti é conhecido na Itália por seu envolvimento em teses polêmicas relacionadas aos grandes mestres da arte clássica.
Neste ano, ele também anunciou ter identificado os restos perdidos do pintor Caravaggio.

Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário