terça-feira, 22 de março de 2011

Esta foto é da minha casa que já foi demolida, estava situada na estrada de Nova Lima onde conheci Jose Borges que era o caseiro da casa vizinha de propriedade do saudoso amigo José Mariano Drumond.



Jose Mariano Drumond recebia em sua casa amigos e pintores como Nello Nuno, Inima, Santa e vários pintores iniciantes e outros já renomados.

Tínhamos o privilégio de saborear um cardápio das artes plásticas.

Jose Borges então passou a tomar gosto pelas artes plásticas, estas telas foram pintadas há mais de 30 anos que guardo com carinho.







terça-feira, 1 de março de 2011

Os Jardins do Castelo de Villandry

O Castelo de Villandry foi o último construído no Vale do Loire, França, no ano de 1536 por Jean Le Breton, secretário de Fazenda do Estado do rei Francisco I.


Ainda hoje, os jardins de Villandry, mesmo sendo uma reconstrução do início do século XX, são mais conhecidos que o próprio castelo.


Villandry já era conhecido no século XVI por seus pomares, o Cardeal de Aragão, que o visitou em 1570, escreveu ao Papa "que tinha visto ali alfaces mais bonitas que em Roma”.


No século XIX o jardim renascentista original foi destruído e substituído por um jardim Inglês menos dispendioso na sua manutenção, enquanto o castelo foi abandonado tendo, inclusive, estado ameaçado de ruir.



Em 1906, Joachim Carvallo (1869-1936), comprou com o dinheiro de sua esposa o Castelo de Villandry e, entusiasmado, decidiu restaurá-lo.

Para recuperar o jardim renascentista, Joachim Carvallo baseou-se em fontes documentais, como o tratado Cerceau Androuet dos palácios do século XVI, o jardim renascentista imprime um "Monasticon Gallicanum", um conjunto de gravuras em razão dos mosteiros beneditinos.


A estrutura geral de três terraços:

1 - No terraço superior encontra-se o jardim da água com um grande lago onde a água cai por gravidade para o resto da propriedade.

2 - No terraço do jardim ornamental intermediária aparece dividido em três seções:. O jardim do amor, o jardim das cruzes e no jardim da música.

3 - Na parte inferior do terraço, o jardim que tem sido mundialmente o mais famoso dos jardins de Villandry, o jardim de plantas medicinais e ervas aromáticas.


Aqui uma vista panorâmica dos Jardins. Os Jardins de Villandry foram divididos em três áreas.


O Jardim das Águas, o Jardim do Amor, o Jardim das Cruzes, o Jardim da Música e a famosa Horta.

O Jardim das Águas


Localizado na parte mais alta do terreno este jardim é de inspiração clássica. Ela gira em torno de um grande lago que visa funcionar como um espelho refletindo o terreno rodeado por prados, árvores e plantas verdes e limoeiros cuidadosamente podados.





O Jardim do Amor

O amor terno, o amor apaixonado, o amor infiel, e o amor trágico.

Note os quatro corações no centro e direita.


Todas as formas são feitas de arbustos, que são podadas cada ano em setembro e outubro, além de flores, branco, representando a inocência e a ternura, a rosa vermelha representando traição e o sangue.



Jardim do Amor Terno

Jardim do Amor Apaixonado

Jardim do Amor Infiel

Jardim do Amor Trágico

O Jardim das Cruzes

Este Jardim representa as cruzes de Malta, de Languedoc e do País Basco.




O Jardim da Música

Esta jardim evoca uma caixa de música simbólica. Os triângulos representam grandes liras, harpas e lustres.
Na a primavera as plantas crescem concedendo ao jardim uma aparência dramática.



A Horta

Na parte inferior da propriedade, entre o castelo e a cidade de Villandry, encontramos  a famosa horta, o mais famoso dos jardins de Villandry.
Projetado em estilo renascentista é composta de 9 quadros de tamanho igual, mas com diferentes padrões geométricos. São plantados com vegetais de cores contrastantes, procurando dar uma impressão de variedade:
O azul do repolho, o alho-poró branco, a couve e a beterraba roxas, alface verde e as plantas alaranjadas como as cenouras e abóboras.





A origem do projeto foi inspirada nos jardins monásticos da Idade Média. Os monges dos mosteiros beneditinos plantavam seus vegetais em formas geométricas, de fato, muitos dos projetos são cruzes.
A segunda influência vem dos jardins vem da Renascença italiana, espressando a alegria das fontes, das rosas e das flores ornamentais.
A idéia jardim nasceu nos anos da I Guerra Mundial, quando o Dr. Carvallo pegou o casaco branco para cuidar dos soldados feridos, abrigadando-os no palácio, e precisava alimentá-los.










"A arte nasce da longa contemplação da natureza, através da qual o espírito humano penetra a essência interior das coisas e se eleva a Deus em um esforço supremo". 

(Joachim Carvallo.)


Villandry fica a  256Km de Paris, a viagem de carro demora cerca de 2hr40min.


O AMOR EM MOVIMENTO

Cuide de voce,cultive seu poder e força interior, respeitando a vida dos demais e tudo o que existe no mundo,dexando que eles sejam o que são, ou que tem a capacidade para ser naquele momento.